#HypeArtists – Bárbara Malagoli

Bárbara Malagoli é uma artista gráfica meio brasileira, meio italiana, e supertalentosa. Formada em Artes Gráficas e Design Gráfico, ela cria sem economizar nas cores vibrantes, explorando formas e texturas inusitadas com fluidez e muita feminilidade.

Entre parcerias e colaborações, ela se mantém fiel a sua identidade artística única em projetos pessoais como a publicação Flutuantes, lançada pela Bebel Books, composta por uma série de 12 mini-pôsteres ilustrados que celebram as mulheres em suas diversidades de forma leve e, ao mesmo tempo, impactante. No Q&A abaixo você descobre mais sobre ela!

bárbara malagoli

Hype: Quando você descobriu sua paixão por arte e ilustração?
Bárbara: Desde a minha infância, sempre desenhei muito e consumi muita arte de formas variadas. Era como eu mais gostava de passar minhas tardes, desenhando na sala enquanto minha mãe escutava seus discos e trabalhava ao meu lado cortando tecidos.

H: O que mais te inspira ao criar?
B: Para mim, criar, seja um trabalho ou projeto pessoal, é uma maneira de fugir da realidade. Uma maneira de projetar minha própria atmosfera, cores, formas. Por alguns instantes consigo escolher onde estou e isso é uma sensação meio mágica.

barbara malagoli

H: Seu trabalho é bem colorido, meio psicodélico e tem muitas figuras femininas. De onde você tira suas referências?
B: Gosto muito de toda expressão artística dos anos 60 e 70, acho que a humanidade se superou naquela época. Isso acaba influenciando meus trabalhos. As cores, fluidez e ar surreal acabam permeando minha identidade visual.

H: Como funciona o seu processo criativo? E quais técnicas você utiliza?
B: Costumo ler o tema e me adequar ao cliente. Pesquiso muitas imagens, referências e fico imersa em um mar de possibilidades. Aos poucos vou filtrando e acabo escolhendo um caminho para seguir. As vezes a pesquisa demora tanto quanto o trabalho em si. Faço o uso de Illustrator e Photoshop. Nos projetos pessoais, uso técnicas manuais como nanquim e canetas coloridas Copic.

barbara malagoli

H: De que projeto você mais gostou de fazer parte?
B: Estou curtindo muito fazer páginas de quadrinhos semanais para o projeto independente “Novo Amanhecer”. Faço um quadrinho chamado Jinx, estou amando me soltar e ter essa liberdade para criar uma história própria.

B: Você sente alguma dificuldade/preconceito por ser uma artista mulher?
H: Quando trabalhava em agências de publicidade, sentia um grande peso por ser mulher. É um ambiente muito tóxico e agressivo, cheio de violências invisíveis. Hoje em dia, trabalhando como freelancer em meu próprio estúdio, minha energia e saúde mental melhoraram 100%, as pessoas entram em contato comigo pelo meu trabalho e confiam em mim.

tumblr_onug4w5qgM1rwdaq8o1_1280

H: Quais são seus perfis criativos favoritos do Instagram?
B: Alguns perfis que gosto muito : @ovelhamag, @wishcandy@bebelbooks, @8tokyo, @highgirlsclub e @ballpitmag.

H: Com a experiência que você já tem, que dica daria para outras mulheres que querem trabalhar com arte?
B: Se compare menos. Você é única. <3

barbara malagoli

H: E quais são seus planos para o futuro?
B: Quero aprimorar minhas técnicas manuais e profissionais. Gostaria de aprender animação e ter mais intimidade com tintas e processos de pintura diversas. Expandir minha identidade visual para outros meios.

Na galeria reunimos uma seleção de trabalhos incríveis assinados pela Bárbara Malagoli, mas você também pode acompanhá-la aqui e aqui.

Share on FacebookPin on PinterestTweet about this on TwitterEmail this to someone

COMENTÁRIOS